5 dicas para a gestão financeira de uma franquia

Para empreender com bons resultados, é preciso fazer a gestão financeira de uma franquia de modo responsável.
5 dicas para a gestão financeira de uma franquia

Alcançar o sucesso como empreendedor franqueado passa pela boa gestão financeira de uma franquia.

Com uma administração eficaz, a unidade franqueada consegue dar lucro, ficar longe de atrair dívidas insustentáveis e, por fim, o franqueado conquistará um bom relacionamento com a franqueadora, que assim poderá ter nesse empresário ou empresária alguém em quem confiar. 

Mas quem ainda está conhecendo o mundo do empreendedorismo e do franchising pode ter sérias dúvidas sobre como conseguir resultados prósperos na gestão financeira de uma franquia. 

Por isso, o blog da Água de Cheiro convida os futuros franqueados para ver essas dicas preciosas de como ter um gerenciamento organizado e planejado. 

O que é gestão financeira de uma franquia?

A necessidade de planejamento é uma realidade para qualquer empreendedor, seja um novato ou experiente na área. 

É aí que entra a gestão financeira e sua importância para o sucesso. A gestão financeira é um conjunto de práticas, métodos e ações que viabilizam a uma empresa controlar, organizar e planejar como serão utilizados seus recursos financeiros. 

Por que a gestão financeira de uma franquia é importante?

É a partir de um gerenciamento eficaz das finanças, que uma empresa consegue se manter em pé, controlar o estoque, pagar os colaboradores, não deixar dívidas com fornecedores, expandir, etc.

Ou seja, assim a administração da empresa sabe como investir e distribuir os fundos disponíveis, e na gestão financeira de uma franquia não é nem um pouco diferente.

Veja a seguir 5 dicas de como fazer uma gestão financeira eficiente:

Faça um planejamento e o mantenha

Com planejamento se chega longe em diversas áreas da vida, e não é diferente na gestão financeira de uma franquia.

Tenha todos os dados das finanças da empresa computados e de fácil acesso, de modo que o entendimento do que está descrito seja simples.

Faça uma projeção de funcionamento do negócio para os próximos meses, pois isso ajuda a saber quando o negócio começará a dar retorno.

É interessante que esteja separado em planilhas as próximas ações, como informações de quanto deve ser investido, qual o faturamento esperado, etc, e a atualize com frequência. No final do mês, faça um balanço com o resumo do período. 

Permaneça em contato com a franqueadora

Saiba que na gestão financeira de uma franquia, a franqueadora também pode ter participação importante.

Ao compartilhar seus números com os mandatários do franchising, o franqueado fica aberto a aceitar melhorias e receber sugestões. 

Lembre-se ainda de que a franqueadora tem experiência no setor e conhece o ramo, e ela não vai se opor em apontar os caminhos a serem seguidos, pois a vitória do franqueado os interessa diretamente.

Considere o investimento inicial

Antes de começar a investir em uma franquia, é essencial que o empresário considere cuidadosamente o montante do investimento inicial e o período estimado para recuperar esse investimento.

A injeção inicial de recursos inclui a estimativa de gastos nos primeiros meses com:

  • Taxas de franquia;
  • Instalações;
  • Equipamentos;
  • Estoque;
  • Demais despesas operacionais.

A gestão financeira de uma franquia feita de modo responsável pede uma avaliação prévia da viabilidade do negócio em relação aos seus recursos financeiros.

Isso ajuda a garantir meios para sustentar a operação até que ela se torne rentável e a se preparar para os desafios comuns de um novo negócio. 

Acompanhe o fluxo de caixa

Movimento de entradas e saídas efetivas de dinheiro do caixa da empresa, o fluxo de caixa é necessário para entender a realidade financeira do empreendimento e antecipar a demanda por recursos.

Para ter controle de caixa organizado, é necessário garantir registros detalhados de ganhos e gastos, com disciplina, informações completas e contextualizadas.

De grande valia para a gestão financeira de uma franquia, os registros de entradas e saídas podem ser diários, semanais, quinzenais ou mensais, a depender da necessidade do empreendedor em acompanhar as movimentações financeiras. 

Separe contas pessoais e as da empresa

Não misturar contas pessoais e empresariais é um dos principais preceitos para o sucesso na gestão financeira de uma franquia, apesar de ser um erro comum no princípio do empreendimento.

Ao empregar os recursos inicialmente destinados ao reinvestimento na empresa para custear despesas pessoais, o gestor pode inadvertidamente entrar em um abismo financeiro.

Algumas dicas para fazer o controle do dinheiro que deve ficar na empresa são:

  • Mantenha as contas bancárias separadas;
  • Evite levar suas despesas de casa para a empresa;
  • Defina valores para a retirada do pró-labore, o “salário do dono”
  • Crie reservas financeiras pessoais e para a empresa.

Seja um franqueado da Água de Cheiro

A gestão financeira é imprescindível para quem quer abrir uma franquia de sucesso, mas ganha ainda mais potencialidade ao ser voltada ao empreendedor que conta com uma marca valiosa em mãos.

A Água de Cheiro é pioneira no setor de perfumaria e cosméticos no Brasil e seus franqueados têm à disposição um portfólio completo que inclui produtos nacionais e internacionais.

Os dados relativos ao setor também empolgam bastante. Entre 2018 e 2022, aponta pesquisa da Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (ABIHPEC), o crescimento na venda de cosméticos e perfumaria foi 560% maior em comparação a períodos anteriores.

Seja um franqueado da Água de Cheiro e fature até R$ 500 mil por ano. Veja mais aqui

ÚLTIMAS

SEJA FRANQUEADO E FAÇA PARTE DA REDE DE FRANQUIAS COM 47 ANOS DE TRADIÇÃO

(Este canal é exclusivo para candidatos a adquirir franquias Água de Cheiro, se você deseja ser um revendedor de produtos clique aqui)

compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp

leia também